Contos de Natal – Chedy

   Miylgcjasz

Era tarde da noite e Chedy ainda caminhava pelas ruas, era semana de natal e não fazia questão de chegar naquilo que ele chamava de “casa”  .
Há muito tempo já não sabia mais o que era comemorar um natal, fugira de casa ainda muito jovem, não sabia mais como estava sua família, se sua mãe e seus irmãos estavam bem. E desde a época que saiu de casa com sua mãe ainda doente ele não se perdoava por ter ido embora em um momento que sua família tanto precisava estar unida, mas ele era jovem e imaturo naquele tempo, agia por impulso e não pensava direito. Tinha a certeza que jamais seria perdoado, por isso foi embora sem olhar para trás e nunca mais voltou.

NDI6TPMue6

Tinha saudades de casa isso era certeza, saudades de seus irmãos, das noites ao pé da lareira esperando a noite de natal chegar e finalmente abrir os presentes. Sabiam que não era o Papai Noel quem os trazia, sua mãe havia ensinado desde cedo qual era o verdadeiro motivo do natal, sabia que era o nascimento do Rei, o nascimento de Jesus Cristo, se lembrava das histórias que lia na sua pequena e surrada bíblia que havia herdado de sua avó e das cantatas que assistiam todo natal na igreja da rua de baixo. Mas não podia pensar em tudo isso, não tinha o direito. Isso era passado e nunca mais voltaria a ter isso outra vez.

Mas aquela noite estava diferente. Não sabia bem porque, mas seu coração estava aflito e não era porque nem sabia se teria o que jantar naquela noite ou preocupado que suas coisas ainda estejam no mesmo beco em que havia deixado pela ultima vez, algo em seu coração estava inquieto e ele caminhava desde que começou, já nem sabia mais aonde estava, caminhara tanto que nem percebeu quais caminhos seus pés seguiam.

rgXIqibnVM

Enfim Chedy parou em um lugar e seus olhos reconheceram aquele velho presépio e a bonita decoração de natal da pequena igreja da rua de baixo. Inconsciente, seus pés o levaram de volta para aquilo que ele tanto sentia falta e foi quando ele pode ouvir uma linda canção de natal e não se conteve e entrou.
Há quanto tempo não pisava em uma igreja? H
á quanto tempo não ouvia um bonito louvor? Foi quando o velho pastor pediu que todos se sentassem, e começou o sermão daquela noite que se encontrava em Lucas 15:11 e logo reconheceu a passagem do Filho pródigo, e ao escutar novamente aquilo, Chedy pôde sentir em seu coração o amor de Jesus e lembrou-se de sua família e pensou, se aquele menino pode ser aceito em sua casa novamente, talvez eu também possa, posso chegar lá e dizer essas palavras, posso citar esse versículo. Chedy pensou no belo pernil que deveria estar sendo assado naquela noite, pensou na mesa de comidas e pensou em seus irmãos.

SEwVEdn1wZ

Ele precisava voltar, ele precisava de sua família.
Foi então que Chedy decidiu subir a rua.

cbIGwfuRjO

Leia o Primeiro capitulo aqui
Leia o Segundo capitulo aqui

Anúncios

3 comentários sobre “Contos de Natal – Chedy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s